TODO APOIO À GREVE DOS PROFESSORES DE FORTALEZA E À OCUPAÇÃO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

TODO APOIO À GREVE DOS PROFESSORES DE FORTALEZA E À OCUPAÇÃO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

my-portfolio

O PSTU se solidariza com os professores do município de Fortaleza em sua greve e com a ocupação da Secretaria Municipal de Educação. Temer, Roberto Cl...

Novo presidente do Senado, Eunício Oliveira, é eleito para continuar ataque aos trabalhadores
Contra burguês vote nulo dessa vez: Segundo Turno em Fortaleza
Prefeito Roberto Cláudio ataca direitos dos professores

O PSTU se solidariza com os professores do município de Fortaleza em sua greve e com a ocupação da Secretaria Municipal de Educação.

Temer, Roberto Cláudio e Camilo Santana governam para os ricos, contra os trabalhadores. Todos eles estão comprometidos em mudar as regras da Previdência para nos fazer trabalhar até morrer. Temer sentiu a força das mobilizações que realizamos até agora. O suposto recuo em relação aos servidores estaduais e municipais na reforma da Previdência foi uma manobra para tentar enfraquecer a luta e jogar no colo dos governadores e prefeitos a reforma previdenciária. Se os governadores não fizerem a reforma em 6 meses, vai valer a regra geral. Não podemos deixar nos enganar e retroceder nem por um milímetro que seja.

A greve dos professores de Fortaleza mostra que o caminho para barrar os ataques é com lutas e com muita resistência. É preciso enfrentar nas ruas o decreto de Roberto Cláudio, que retira direitos dos servidores como o pagamento em pecúnia da licença prêmio, ataca profundamente os professores adoentados que estão readaptados e o não cumprimento da lei do piso.

O dia 28 de abril, definido pelas centrais sindicais como um dia para “Parar o Brasil” tem muita importância para derrotar de uma vez por todas esses ataques. A única forma de impedir que eles retirem todos os nossos direitos é fazendo uma forte Greve Geral que pare o país e que obrigue Temer e seus comparsas a recuar. É preciso botar pra fora todos os corruptos que querem nos fazer pagar pela crise, começando pelo Temer, além de acabar com regalias das grandes empresas, como as isenções fiscais e com o pagamento da dívida pública aos banqueiros.

Para ter uma vida digna, precisamos de um governo verdadeiramente dos trabalhadores. Não como fizeram Lula e Dilma, que governaram com o PMDB e com os patrões. Não! Os trabalhadores é que devem governar através de Conselhos Populares nos bairros e locais de trabalho para que sejamos nós a definir o que fazer com as riquezas do país e para usá-la a favor daqueles que mais precisam.

– Toda solidariedade à greve dos professores e à ocupação da SME de Fortaleza!

– Contra a Reforma da Previdência, Greve Geral Já! Dia 28 de Abril vamos parar o Brasil!

– Pelo cumprimento da Lei do Piso!

– Nenhum direito a Menos! Contra os ataques à licença prêmio!

– Pelo direito à readaptação, sem perdas de direitos! Adoecer não é crime!

– Pela imediata revogação do decreto de Roberto Cláudio (PDT)!